​​ 10º ENTRETODOS –FESTIVAL DE CURTAS DE DIREITOS HUMANOS ANUNCIA OS VENCEDORES DESTE ANO

Os títulos “Era Uma Vez Agora”, do Coletivo Casa da Lapa (Reduto), “O Olho do Cão”, de Samuel Lobo (Ruptura), “O Chá do General”, dir.Bob Yang | Yang KuanMei (Fábula), “Il Silenzio”, de Ali Asgari e Farnoosh Samadi (Rastro) e “Pele de Monstro”, de Barbara Maria do Carmo Silva (Olhar) foram os premiados pelo Júri Oficial e levaram o valor de R$4mil cada. Enquanto o curta “Depois que te vi”, de Vinícius Saramago foi eleito pelo Júri Popular e também levou o prêmio de R$ 4mil.

A menção honrosa foi para “Tentei”, de Laís Melo e o troféu e certificado de melhor curta da MOSTRA ONLINE, eleito pelo público, foi para “Pontos de Vista”, de Isa Meneghini.

“Diferentes, Desiguais” foi o tema da 10° edição do Festival que resultou  nos blocos temáticos: REDUTO, personagens que resistem, de forma lúdica ou em ativismo silencioso, ao conjunto das forças que os ameaçam; RUPTURA, onde são avistadas  raízes e consequências das mais diversas e graves ofensas pronunciadas contra humanos e seus direitos; FÁBULA, espaço para a liberdade dos sonhos, dos desejos e das experiências particulares; RASTRO, personagens se posicionam diante das forças dominadoras; capitulam pelo silêncio ou decifram e convertem as contrariedades e OLHAR, um mergulho do sujeito nas próprias referências com destaque para as mediações entre o individual e o coletivo.

Compuseram o Júri deste ano Amury Brito – pesquisador visual, Anahí Borges – cineasta e roteirista, Cao Guimarães – cineasta e artista plástico, Jera Guarani, educadora e liderança interna da Aldeia Tenondé Porã, Hasan Zarif, líder do movimento Palestina para [email protected] e proprietário do restaurante Al Janiah, Paula Beatriz, mulher transexual, pedagoga e diretora de escola e Yuri Amal – cineasta e montador.

O evento, aconteceu de 20 a 25 de novembro, simultaneamente, em diversas regiões da capital paulista, no interior de São Paulo, e ainda em Natal-RN e Uberlândia-MG, e teve a curadoria de Jorge Grinspum e Antonia Regina Moura.

O Entretodos – Festival de Curtas-Metragens de Direitos Humanos é uma realização da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, a Spcine e a Estate Produções.

Curta e acompanhe todas as novidades sobre o festival nas redes sociais: www.facebook.com/entretodos, twitter.com/entretodos,

instagram.com/entretodoscurtas

  PREMIADOS – 10º ENTRETODOS

Reduto: “Era Uma Vez Agora” – dir. Coletivo Casa da Lapa

Ruptura: “O olho do cão” – dir. Samuel Lobo

Fábula: “O Chá do General”, dir. Bob Yang (Yang KuanMei)

Rastro: “Il Silenzio” – dir. Ali Asgari e Farnoosh Samadi,

Olhar: “Pele de Monstro” – dir. Barbara Maria do Carmo Silva

Júri Popular: “Depois que te vi” – dir. Vinícius Saramago

Menção honrosa:  “Tentei” – dir. Laís Melo

Mostra Online: “Pontos de Vista” – dir. Isa Meneghini

SINOPSES DOS CURTAS VENCEDORES:

JURI POPULAR

Depois que te vi, Vinícius Saramago, 16’, Brasil, 2016

A metódica rotina de um jovem autista muda radicalmente quando ele vê uma menina passar de bicicleta.

REDUTO

Era Uma Vez Agora, Coletivo Casa da Lapa, 5’, Brasil, 2017

‘Era Uma Vez Agora’ é um curta metragem de 5 minutos que faz parte da série ‘Enquadro 5×5’, que retrata territórios de São Paulo através da interação de diversos coletivos e artistas urbanos, cruzando personagens que condensam, em sua trajetória, o perfil e história de cada região da cidade.

Em ‘Era Uma Vez Agora’, a garota Jenifer fica incumbida de cuidar de seu irmão mais novo e entra em pânico ao perceber que ele sumiu de sua vista. Ela sai pelas ruas do bairro, deparando-se com intervenções que remetem ao que significa ser criança na Cracolândia, na região central de São Paulo.

RUPTURA

O olho do cão, Samuel Lobo, 20’, Brasil, 2017

Uma história de amizade, resistência e revolta. É domingo no Rio de Janeiro, Buck Jones sai para um passeio.

FÁBULA

O Chá do General, Bob Yang (Yang Kuan Mei), 22’, Brasil, 2016

Um general aposentado chinês recebe a inesperada visita de seu neto.

RASTRO

Il Silenzio, Ali Asgari e Farnoosh Samadi, 15’, Itália/França, 2016

Fatma e sua mãe são refugiadas curdas na Itália. Na visita ao médico, ela deve traduzir o que a médica conta para sua mãe, mas ela fica em silêncio.

OLHAR

Pele de Monstro, Barbara Maria do Carmo Silva, 20’, Brasil, 2016

Estudantes negros da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) relacionam situações de racismo vividas por eles com filmes de terror dos anos 60.

MENÇÃO HONROSA

Tentei, Laís Melo, 15’, Brasil, 2017

Depois de outra noite de tristeza, Gloria decide mudar o curso de sua vida.

MOSTRA ONLINE

Pontos de Vista, Isa Meneghini, 15’, Brasil, 2017

Charlie possui o pescoço torto, mas pensa que é reto, então sente a necessidade de desentortar o mundo ao seu redor.

Serviço:

ENTRETODOS 10 – Festival de curtas de Direitos Humanos

Quando: 20 a 25 de novembro

Onde: pontos de exibição nas 5 regiões da cidade de São Paulo, interior de São Paulo e outros dois estados.

Entrada Gratuita

Mais informações: www.entretodos.com.br

%d blogueiros gostam disto:

Add URL